Logo Banestes S.A.

Lista de compras ajuda a reduzir gastos no supermercado

Todo mês é igual: o salário entra no banco e começa a ir embora em função das diversas contas a pagar e outros gastos extras, como remédios, presentes, etc. Você já parou para analisar quanto realmente gasta por mês? No final, seu salário sobra ou falta?

Muita gente não sabe responder esse questionamento porque não faz um controle de seus gastos, mas essa prática é essencial para uma boa saúde financeira.

Listar os custos, mesmo os mais baixos, é uma estratégia para você começar a ver o seu dinheiro render. Para isso, escolha montar e manter atualizada uma planilha, um caderninho ou até mesmo recorra a aplicativos.

Comece listando seus custos fixos e variáveis mensais, como aluguel, água, luz, internet, telefone, gasolina, plano de saúde, escola, transporte, condomínio, alimentação e parcelas de empréstimos dentre outros. Inclua também os custos fixos anuais, como IPVA, IPTU e seguro.

Em seguida, pontue quanto você recebe todo mês. Lembre-se de incluir nessa lista seu salário e outras receitas extras que possa ter, como aluguel ou vendas realizadas.

Colocando na ponta do lápis ou na tela do computador e smartphone fica fácil identificar se o que está entrando na conta cobre os seus gastos. Se a conta estiver sempre no vermelho, é hora de rever seus gastos: você está gastando mais do que tem no bolso.

Veja algumas dicas do Banestes para você organizar sua planilha de receitas e despesas:

Leia mais dicas em Banestes nas Mídias Sociais