Notícias Banestes

Banestes: lucro de R$ 38,45 milhões no primeiro trimestre

Vitória -

O Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) finalizou o levantamento dos resultados referentes ao primeiro trimestre de 2017. O Lucro Líquido acumulado foi de R$ 38,45 milhões, em linha com o resultado do primeiro trimestre de 2016. É um reflexo de que o Banco mantém consistência no desempenho econômico-financeiro, mesmo diante do cenário desafiador do país.

De acordo com o diretor-presidente do Banestes, Michel Sarkis, “o time Banestes tem trabalhado muito firme para conquistar resultados cada vez melhores. A expectativa do nosso segmento é que o cenário de queda da taxa de juros deve impulsionar a demanda por crédito de forma gradual. Outro fator que deve ajudar a movimentar a economia é a liberação dos recursos disponíveis das contas inativas do FGTS”.

O faturamento totalizou R$ 909,99 milhões, crescendo 17,7% sobre o acumulado até março de 2016. O Resultado Operacional atingiu R$ 65,92 milhões e expandiu 0,5% sobre o mesmo período.

Foi destinado aos acionistas, a título de juros sobre capital próprio, o valor de R$ 15 milhões, representando 39,0% do lucro líquido apurado até o primeiro trimestre do ano.

O Patrimônio Líquido atingiu R$ 1,29 bilhão até março de 2017, 2,0% superior ao registrado em dezembro de 2016, quando havia alcançado R$ 1,26 bilhão, e 8,8% acima do verificado no mesmo período em 12 meses. O Índice de Basileia alcançou 18,5%, um dos mais altos patamares de liquidez e capital do mercado, composto integralmente de Capital de Nível 1.

O saldo dos Recursos de Terceiros Captados e Administrados somou R$ 21,17 bilhões, aumentando 11,1% se comparado ao primeiro trimestre de 2016, enquanto os Recursos Aplicados (Ativo Total) registraram R$ 21,06 bilhões, crescimento de 9,7% na mesma comparação.

A Carteira de Crédito Ampliada atingiu o montante de R$ 5,11 bilhões, crescendo 3,3% sobre a posição de dezembro de 2016 e 5,7% em 12 meses. O Banestes manteve a estratégia de priorizar a expansão das carteiras de menor risco, como o crédito consignado e o crédito imobiliário, que cresceram no período respectivamente 4,9% e 4,4%.

Menos inadimplentes. Outra boa notícia no levantamento de resultados do Banco no primeiro trimestre é o recuo na inadimplência dos clientes do Banestes. A Inadimplência da Carteira de Crédito Ampliada encerrou o primeiro trimestre em 3,9% (no mesmo período em 2016 era 4,7%). Já a inadimplência da Carteira de Crédito Comercial nos primeiros três meses de 2017 foi de 5,3%, sendo que era 5,8% há um ano. As despesas com provisões de crédito geradas nos últimos 12 meses representaram 3,4% do total da Carteira de Crédito Ampliada.

Confiança. As notas de rating em escala nacional para risco de crédito medido pela Fitch Ratings e pela LFRating no período mantiveram-se inalteradas em moeda local, respectivamente: A+(Bra) com perspectiva estável e A+ com perspectiva neutra. A manutenção das notas reflete o crescimento sustentado do Banestes e o aperfeiçoamento contínuo dos processos de governança.

Banescard: 12,8% a mais de transações

Um dos principais fatores para o crescimento do Banestes é o Banescard, cartão bandeira própria do Banco. O Banescard registrou nesse primeiro trimestre de 2017 um total de 4,80 milhões de transações, aumento de 12,8% em relação ao mesmo período de 2016.

Isso representa um volume transacionado em compras e saques de R$ 343,60 milhões nos três primeiros meses deste ano, crescendo 9,5% na mesma comparação de 2016.

A expansão é fruto da ampliação da rede de aceitação do Banescard em nível local e nacional, composta por milhares de estabelecimentos comerciais vinculados a Cielo, Getnet, Bin e Rede.

Dentre as metas definidas pelo Banestes para o ano de 2017, a área de Tecnologia é a mais demandada e, para apresentar mais melhorias nos serviços bancários, o Banco investiu a quantia de R$ 17,80 milhões em Tecnologia da Informação e Comunicação entre janeiro a março.

Os investimentos permitiram evolução nos serviços prestados pela rede de agências, pela rede de autoatendimento e pela central de atendimento; modernização do ambiente de comunicação; e licenciamento e suporte para garantir a infraestrutura de desenvolvimento de sistemas que irão suportar novos projetos do Banestes.

Mais sobre o Banestes

O Banestes detém a maior rede de atendimento do Estado e está presente em todos os 78 municípios do Espírito Santo, sendo em 19 deles o único banco com agência instalada. Ao todo, são 781 pontos de atendimento, compostos por 131 agências, 24 postos de atendimento, 250 postos de atendimento eletrônico e 376 correspondentes.

Além da rede física, as soluções financeiras estão também disponíveis nos canais eletrônicos Banestes office banking, Banestes internet banking, Banestes Celular e SMS, Disque Banestes, 595 caixas eletrônicos distribuídos nas salas de autoatendimento e 116 equipamentos instalados em pontos estratégicos.

O Banco conta ainda, de forma exclusiva no Estado, com 28 equipamentos Saque e Pague, uma plataforma inovadora que permite depósitos em dinheiro sem envelope com o crédito na conta em tempo real.

Em março de 2017, a base de clientes do Banestes era composta de 1.037.826 pessoas físicas (+0,4% em 12 meses) e 61.402 pessoas jurídicas (+5,1% em 12 meses), totalizando 1.099.228 clientes ativos que movimentaram 735.106 contas correntes e 538.014 contas poupança.

› Mais notícias...

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação do Banestes
Elisa Rangel